Wednesday, August 27, 2008

Cláudio Santoro - Canto de Amor e Paz


    01 Canto de Amor e Paz, para orquestra de cordas (1951)

    Composta em 1951, "Canto de Amor e Paz", pelas suas qualidades intrínsecas e repercussão, marcou a ruptura definitiva de Cláudio Santoro com as teorias dodecafonistas e atonallstas. Inspírando-se em Ideias generosas e humanas, o compositor procurou dar maior Importância a uma Unha melódica de conteúdo realista. Inspirada nas características mais frisantes da música popular brasileira. "Canto de Amor e Paz" se constrói, através de uma admirável escritura, sobre um tema sereno, que se desenvolve em primeiro plano, sem que tal serenidade fuja, porém, nos contrastes dramáticos, próprios do amor.

    02 Ponteio, para orquestra de cordas (1951)

    Nessa página, sobre a sugestão da percussão dada pelo motivo rítmico que constitui o fundo do quadro, expande-se um lirismo imenso, comunicativo, muito nosso. A riqueza de efeitos obtidos, mostrando o partido que o autor soube tirar do timbre unido das cordas, alia-ae à excelente condução da economia expressiva da obra". "Ponteio é página de esplêndida urdidura, com cativante tratamento dispensado aos instrumentos; por sobre uma rítmica caprichosa e insistente, o autor tece uma melodia de contagio rápido.

    03 Chôro para saxofone tenor e orquestra (1953)

    Esta peça, uma das prediletas do compositor, se caracteriza, principalmente, pela admirável comunicabilidade da linha melódica. O belo solo de saxofone desenvolve um tema altamente cantabile, que, pelo seu ritmo e construção, se integra plenamente na atmosfera da música popular brasileira.
    (notas do LP, sem indicação de autor)

    Joaquim Gonçalves (Quincas), saxofone
    Claudio Santoro, regente

    INDEPENDÊNCIA
    LP 1001
    1954

    DOWNLOADSource URL: http://moremusicisthekey.blogspot.com/2008/08/claudio-santoro-canto-de-amor-e-paz.html
    Visit moremusicisthekey for Daily Updated Hairstyles Collection

Blog Archive